Formação de capital humano para a transformação digital -  Especial - Agência Telebrasil

Congresso precisa se sensibilizar para demanda de mão de obra em TICs

11/07/2019

O relator do projeto de lei 10.762/18, que cria o serviço social de aprendizagem das TICs, deputado federal Alex Santana (PDT/BA), afirma que reconhece a sensibilidade do tema e que busca uma solução para a demanda de qualificação de mão de obra para um setor relevante à economia nacional.

“Somos sensíveis em saber que o Brasil muda, que a indústria, principalmente da área de TICs, precisa ser atendida em suas demandas, que são constantes. A tecnologia evolui todo o tempo. E é preciso mão de obra com maior qualificação para que o País possa entrar no mercado mundial com respostas a essas demandas”, enfatiza.

À Newsletter da Telebrasil, o parlamentar admite que o projeto é sensível, por envolver o sistema S, mas que aposta no entendimento e no diálogo para chegar ao melhor consenso possível. A primeira discussão sobre o tema – uma audiência pública, realizada no dia 27 de junho – permitiu que todas as partes interessadas apresentassem as suas leituras para o tema. Alex Santana adianta que planeja realizar mais duas ou três audiências antes de finalizar o relatório. Assistam à entrevista.

TICs - Tecnologias da Informação e Comunicação

Jovem de 18 anos cria modelo de alfabetização a partir do uso da robótica

Filha de pescador e dona de casa, Ivia Tainá está à frente de um projeto que une a tecnologia à educação em Santa Luzia do Itanhy, no Sul do Sergipe.

Universidades voltadas para TICs ainda não entraram no século 21

"As faculdades pararam no século 20. Os cursos são chatos, muito teóricos e com pouca prática. E o que tem de importar é a resolução dos problemas", adverte o especialista Alexandre Nicolini.

Educação a distância remodela a formação dos novos profissionais

Mercado global de capacitação a distância gira, hoje, em torno de R$ 240 bilhões ao ano e tem muito por crescer no Brasil, principalmente, no mercado corporativo, diz Sylvia Meirelles, diretora da edTech Fábrica de Cursos.

Jovens brasileiros não vivem sem a Internet, mas a escola é a base da formação

Um estudo conduzido pela Rede Conhecimento Social, em parceria com o Ibope Inteligência, com jovens entre 15 e 29 anos mostra que para eles a escola e o professor são cruciais na formação profissional e de vida.


Formação de capital humano para a transformação digital - clique aqui e veja todo o especial.

Agência Telebrasil
Copyright © 2019 Telebrasil - Associação Brasileira de Telecomunicações
A Reprodução do conteúdo da Agência Telebrasil é autorizada mediante a indicação da fonte