Formação de capital humano para a transformação digital -  Especial - Agência Telebrasil

Organizações reclamam da falta de qualificação dos profissionais de Internet das Coisas

02/08/2019

O IoT Signals, uma pesquisa elaborada Pela Microsoft, aponta para uma questão sensível às novas tecnologias: a escassez de talentos.No levantamento, que ouviu 3000 tomadores de decisões em todo o mundo, 47% dos entrevistados afirmam que não há especialistas qualificados o suficiente para a expansão dos projetos ligados a Internet das Coisas. Os tomadores de decisão, porém, reclamam da falta de recursos para investir em treinamento dentro das suas corporações. O estudo apura que três quartos dos entrevistados já têm projetos de IoT no planejamento e 85%¨informaram já estarem em processo de adoção de IoT nas suas rotinas.

Nos próximos 24 meses, a maior parte dos entrevistados planeja ter 30% da receita vindo dos negócios originados pela Internet das Coisas.Noventa e sete por cento dos entrevistados mantêm preocupações para implementar segurança à internet das coisas. Outros 33% citaram os desafios técnicos de usar a tecnologia como uma barreira para promover sua adoção. O IoT Signals mostra ainda que quase um terço dos projetos (30%) falha na fase de prova de conceito, geralmente porque a implementação é considerada cara ou os benefícios finais não ficam claros.

Nos próximos dois anos, os mobilizadores fundamentais para o sucesso da IoT serão a expansão da Inteligência Artificial, da computação de fronteira e do 5G. Dados do Global DataSphere IoT Devices e Data Forecast da consultoria IDC apontam para a existência de 41,6 bilhões de dispositivos de IoT conectados até 2025.

Futuro do trabalho: Saiba quais são os 10 comportamentos essenciais para ser um profissional em TICs

Inteligência emocional, pensamento analítico, criatividade são alguns dos comportamentos exigidos no novo modelo de trabalho. Estudo do Fórum Econômico Mundial mostra que, em cinco anos, mais de um terço das habilidades necessárias vai mudar.

Ler, informar e estudar: o tripé essencial do profissional buscado no mercado

O Brasil vive um paradoxo onde muitas pessoas estão à procura de emprego e não acham, e ao mesmo tempo, as empresas têm dificuldades para encontrar o candidato adequado, observa Mônica Flores, presidente da ManpowerGroup para a América Latina.

Brasil padece de boa formação dos professores em inglês

A partir de 2020, as aulas de inglês serão obrigatórias para estudantes do 6º ano do ensino fundamental até o fim do ensino médio, mas muitos professores estão longe de estarem preparados para ensinarem a língua estrangeira.

Jovem de 18 anos cria modelo de alfabetização a partir do uso da robótica

Filha de pescador e dona de casa, Ivia Tainá está à frente de um projeto que une a tecnologia à educação em Santa Luzia do Itanhy, no Sul do Sergipe.


Formação de capital humano para a transformação digital - clique aqui e veja todo o especial.

Agência Telebrasil
Copyright © 2019 Telebrasil - Associação Brasileira de Telecomunicações
A Reprodução do conteúdo da Agência Telebrasil é autorizada mediante a indicação da fonte