Agência Telebrasil
Expediente


A Telebrasil

Clientes de TV por assinatura de AL, ES, MG e RJ começam a receber alertas de riscos de desastres naturais
Agência Telebrasil
23/09/2019

No dia 21 de outubro, o sistema se estenderá para os clientes do estado de São Paulo, em novembro para o Centro Oeste e Norte e em dezembro para os demais estados do Nordeste.

As prestadoras de TV por assinatura começam a enviar a partir desta segunda-feira, 23/09, aos clientes dos estados de Alagoas, Espírito Santo, Minas Gerais e Rio de Janeiro, alertas de riscos de desastres naturais emitidos pela Defesa Civil.

A medida vem se somar ao sistema de envio de alertas por mensagem de celular (SMS), implantado pelas prestadoras em 2017, sobre o risco de ocorrência de desastres naturais, como chuvas fortes, alagamentos, enchentes, deslizamentos e baixa umidade relativa do ar, por exemplo.

Os clientes de TV por assinatura do Paraná e Santa Catarina foram os primeiros a receber os avisos, de forma experimental, desde março deste ano. No dia 2 de setembro, foi a vez dos clientes do Rio Grande do Sul e, agora, nos quatro Estados. No dia 21 de outubro o sistema se estenderá para os clientes do estado de São Paulo, em novembro para o Centro Oeste e Norte e em dezembro para os demais estados do Nordeste.

Na TV por assinatura, ao contrário do celular, o cliente não precisa se cadastrar para receber o aviso, que será feito somente no caso de alertas de maior gravidade. A mensagem aparecerá na tela do televisor, enquanto o usuário estiver assistindo à programação, no formato de um pop-up, uma pequena tela sobreposta à imagem do programa que estiver assistindo.

Alerta no celular

As pessoas que quiserem receber os alertas gratuitamente pelo celular devem enviar um SMS para o número 40199, com o CEP do endereço que deseja ser monitorado. Podem ser cadastrados mais de um CEP para um mesmo número de celular.

Coordenado pelo Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cenad), do Ministério da Integração, o sistema foi implantado pelas prestadoras em parceria com a Defesa Civil dos Estados e com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e os custos referentes ao envio das mensagens estão a cargo das empresas.

 


LEIA TAMBÉM:

24/06/2020
Prestadoras de serviços de telecom investiram R$ 6,9 bi no 1º trimestre

17/06/2020
Fábio Faria assume o comando do Ministério das Comunicações

15/06/2020
Conectividade é plataforma para o desenvolvimento socioeconômico

15/06/2020
Telecom mostra ser essencial para apoiar a economia

15/06/2020
Digitalização abre oportunidades para a oferta de novos serviços

15/06/2020
Retomada brasileira passa pelos serviços de telecom

04/06/2020
Brasil soma 234 milhões de smartphones ativos

13/05/2020
Para o CGI.br, é preciso remover barreiras legislativas que impedem a instalação de redes de telecom

11/05/2020
Gargalos impõem limites ao alcance do investimento, diz Ferrari em live do Teletime

11/05/2020
Doze estados e 14 prefeituras já usam a plataforma das operadoras para identificar concentrações




Operadoras passam a oferecer visão mais detalhada de aglomerações

Ferramenta é um aprimoramento da plataforma Mapas de Calor que fornece a governadores e prefeitos dados para medir isolamento s ...

LEIA MAIS



Brasil alcança 100 mil antenas de telefonia e internet móvel, mas precisa de muito mais

O ritmo do licenciamento de antenas pelas prefeituras precisa ser acelerado, com a atualização de lei municipais e mudanças nos ...

LEIA MAIS



Mitsubishi Electric cria programa de capacitação gratuita nas novas tecnologias

Empresa global de automação centraliza os treinamentos em big data, machine learning e IoT. As aulas acontecem por meio de apre ...

LEIA MAIS



Organizações reclamam da falta de qualificação dos profissionais de Internet das Coisas

Lacuna de habilidades é um dos pontos críticos para o incremento dos negócios conectados, revela a pesquisa IoT Signals, produz ...

LEIA MAIS



Agência Telebrasil Copyright © 2018-2020 Telebrasil - Associação Brasileira de Telecomunicações
A Reprodução do conteúdo da Agência Telebrasil é autorizada mediante a indicação da fonte