Agência Telebrasil
Expediente
Telebrasil



O SindiTelebrasil agora é Conexis Brasil Digital. Saiba mais.

Vitor Lippi defende agenda comum junto ao Ministério da Economia
Agência Telebrasil
22/09/2020

Deputado federal propôs um esforço conjunto envolvendo empresas do setor, Congresso e Ministério das Comunicações para mostrar os benefícios da desoneração para o Brasil.

O deputado federal Vitor Lippi (PSDB/SP) disse nesta terça-feira, 22, que falta ao setor das telecomunicações demonstrar claramente ao governo, especialmente ao Ministério da Economia, os benefícios que uma eventual desoneração do setor pode trazer ao Brasil. Durante debate no Painel Telebrasil 2020, Lippi propôs um esforço conjunto envolvendo empresas do setor, Congresso e Ministério da Comunicações para isso.

Vitor Lippi lembrou que a pandemia deixou clara a importância da tecnologia em geral, e da conectividade em particular, para o desenvolvimento do País. “A tecnologia é incrivelmente transformadora e precisamos ser competitivos nessa área”, afirmou. Disse ainda que o forte do governo não é o planejamento de longo prazo e que há muitas oportunidades em jogo.

“Há um mundo de oportunidades, mas temos o pior sistema tributário do mundo, com uma burocracia absurda.” O parlamentar enfatizou que a correção dessa distorção passa por uma série de medidas e que algumas delas já estão em curso. Um exemplo é o projeto de lei que prevê reduzir o prazo para a emissão da permissão para instalação de antenas para 90 dias (hoje são quase dois anos), que deve entrar em votação, em regime de urgência, na semana que vem. Segundo Lippi, a aprovação do projeto teria o potencial de liberar quase R$ 2 bilhões que existem hoje disponíveis para a implantação de antenas no Brasil.

Outro exemplo é o projeto de lei que visa desonerar os sensores de IoT, que hoje estão sujeitos à mesma legislação dos aparelhos celulares. “Isso cria um obstáculo muito grande: o celular tem que pagar taxa de instalação, taxa de funcionamento, contribuição para o cinema nacional, para a radiodifusão. A legislação precisa ser diferenciada para os sensores, que custam menos de US$ 1 e podem pagar três ou quatro vezes mais em impostos”, comparou.

Lippi ponderou que este projeto já passou na Câmara e está no Senado. “Esperamos ter as duas leis aprovadas já no ano que vem, porque elas são essenciais para o setor e trazem oportunidades para o Brasil”, afirmou.

De todo modo, ele defende a necessidade de uma agenda comum que comunique o caráter indutor de desenvolvimento da conectividade aos tomadores de decisão do governo, principalmente o Ministério da Economia. “Precisamos fazer uma agenda para demonstrar que o Brasil vai ganhar muito, que vamos arrecadar mais e vamos sair desse vergonhoso nível de crescimento.”

O parlamentar disse que isso é possível e que deve ocorrer no mesmo espírito das mudanças realizadas nos últimos três anos, como a reforma trabalhista, que reduziu em 40% o volume de ações trabalhistas no Brasil e em 80% seu valor; e a reforma previdenciária que, de acordo com ele, evitou uma convulsão social que viria em três ou quatro anos. “Agora temos a reforma tributária, que hoje é o maior problema de nossas indústrias e empresas”, disse, defendendo a adoção do imposto sobre valor agregado.

“Com uma boa reforma, certamente vamos exportar mais. Hoje exportamos 13% do PIB, contra 24% de nossos principais concorrentes e isso acontece por causa de tributos. Se vencermos isso, teremos um crescimento superior à média do mundo”, sublinhou. Lippi reforça a necessidade de se pensar o País de forma sistêmica e estratégica, mobilizando todos os setores envolvidos em favor das mudanças estratégicas necessárias nesse momento.

O Painel Telebrasil 2020 terá também programação no dia 29 de setembro. Assista no site www.paineltelebrasil.org.br.

LEIA TAMBÉM:

29/09/2020
Conexis Brasil Digital: Telecomunicações nos mantêm conectados ao que realmente importa

29/09/2020
BNDES quer ser o articulador para o Brasil ter mais infraestrutura

29/09/2020
Novas regras dão maior segurança para investimentos em telecom

29/09/2020
TIM: Brasil pode se tornar líder em 5G com Open RAN

29/09/2020
Segurança no 5G está no centro das atenções da Comissão Europeia

29/09/2020
Fórum 5G Brasil lança documento sobre o impacto da nova geração de comunicações móveis

29/09/2020
Nokia quer ser orquestrador do 5G brasileiro e defende estratégia Open RAN

29/09/2020
Adidas Brasil: mais que aumentar as vendas online, a hora é de inovar nos produtos

29/09/2020
Siemens do Brasil: grande revolução do 5G será a Internet das Coisas

29/09/2020
5G tornará a conexão entre veículos, condutores e passageiros mais segura, sustentável e divertida



Painel Telebrasil 2020 - Evento Digital - 08, 15, 22 e 29 de setembro 

Reforma tributária é a mãe para melhorar o ambiente de negócios no Brasil

Ao participar do Facebook Connectivity, o presidente-executivo da Conexis Brasil Digital, Marcos Ferrari, sustentou que a coope ...

LEIA MAIS



Estudo da LCA defende mitigação e mostra que migração para banda KU será 7,8 vezes mais caro

Levantamento mostra que a mitigação com filtros para resolver as possíveis interferências do 5G custaria, R$ 224,13 milhões, en ...

LEIA MAIS



Mitsubishi Electric cria programa de capacitação gratuita nas novas tecnologias

Empresa global de automação centraliza os treinamentos em big data, machine learning e IoT. As aulas acontecem por meio de apre ...

LEIA MAIS



Organizações reclamam da falta de qualificação dos profissionais de Internet das Coisas

Lacuna de habilidades é um dos pontos críticos para o incremento dos negócios conectados, revela a pesquisa IoT Signals, produz ...

LEIA MAIS




Agência Telebrasil © 2018-2020 Telebrasil - Associação Brasileira de Telecomunicações
A Reprodução do conteúdo da Agência Telebrasil é autorizada mediante a indicação da fonte