Agência Telebrasil
Expediente
Telebrasil



O SindiTelebrasil agora é Conexis Brasil Digital. Saiba mais.

Aprovação dos PLs da desoneração de IoT e de modernização da lei do Fust é marco para as telecomunicações
Agência Telebrasil
19/11/2020

Projetos de lei foram aprovados pelo Senado Federal e são fundamentais para a expansão da conectividade e da produtividade no Brasil.

A aprovação pelo Senado nesta quinta-feira (19) do Projeto de Lei 172/2020, que moderniza a legislação do Fust, e do Projeto de Lei 6549/2019, que isenta os dispositivos de internet das coisas (IoT) das contribuições setoriais, é um marco histórico para o avanço da conectividade e do desenvolvimento das telecomunicações no Brasil. Essa é a avaliação da Conexis Brasil Digital, nova marca do SindiTelebrasil, entidade que representa as operadoras do setor de telecomunicações no Brasil (Claro, Oi, TIM e Vivo, Algar Telecom e Sercomtel).  

“O Senado fez uma escolha certa para o futuro do país e nos colocou na rota de alavancagem de produtividade e competitividade de que tanto precisamos ao zerar os tributos setoriais sobre o IoT”, afirmou Marcos Ferrari, presidente executivo da Conexis. Ele lembrou que as soluções de internet das coisas podem transformar completamente a forma de produção, manufatura, agronegócio, consumo, trabalho, entretenimento, medicina, segurança, entre outros. E promoverão melhoria na qualidade de vida da população e serão ainda mais marcantes para a economia do que foi a introdução da telefonia móvel.

Com a aprovação do PL 6549/19, de autoria do deputado Vitor Lippi (PSDB/SP), as alíquotas do Fundo de Fiscalização das Telecomunicações (Fistel), da Contribuição para o Desenvolvimento da Indústria Cinematográfica Nacional (Condecine) e da Contribuição para Fomento da Radiodifusão Pública (CFRP) serão zeradas por cinco anos. Estudos apontam que a renúncia será positiva para a economia e para o país. Dados da LCA Consultores apontam que uma renúncia fiscal de R$ 1,8 bilhão em três anos destas taxas resultará em uma arrecadação de R$ 17 bilhões. Essa multiplicação de recursos seria possível pelo impacto que a Internet das Coisas pode ter na economia. Além disso, outros levantamentos apontam impactos positivos para o PIB e na geração de empregos. 

Fust

Já a modernização da lei que institui e disciplina o Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações (Fust) é um pleito histórico do setor. O fundo foi instituído para proporcionar recursos destinados a contribuir para a universalização do Serviço Telefônico Fixo Comutado – STFC. Desde a sua criação, foram arrecadados cerca de R$ 25 bilhões de reais. Mas, deste total, 0% foi utilizado no setor de telecomunicações. 

Por isso, o PL 172/2020, de autoria do ex-senador Aloizio Mercadante, é muito relevante e tem a responsabilidade de criar regras para garantir a inclusão digital da população mais carente e daquela que vive em áreas remotas e de difícil acesso por meio de políticas públicas. O setor espera que, com a nova lei, os recursos do Fundo possam ser utilizados para a expansão das redes, na redução das desigualdades regionais e na melhoria dos serviços de telecomunicações.

“A modernização do Fust é um grande avanço. Em especial, o dispositivo do texto que possibilita o investimento direto dos recursos pelas empresas vai proporcionar avanços mais rápidos e melhores para a população, pois desburocratiza e torna mais eficiente a política pública ao contar com a expertise do setor para atender as necessidades de conectividade e expansão das redes no país”, destacou Ferrari.  

A nova lei será fundamental para dar efetividade às políticas públicas de telecomunicações no país. Por isso, merecerá o devido detalhamento e debate no âmbito da regulamentação. O intuito é garantir que a destinação do fundo, de fato, enderece a execução de políticas públicas de expansão da conectividade por meio das redes de telecomunicações e uso eficiente por quem de fato recolhe esses recursos.

LEIA TAMBÉM:

17/12/2020
Leis da desoneração do IoT e que moderniza o Fust trazem avanços para as telecomunicações

16/12/2020
Conexis e BC se unem para implementar nova modalidade de pagamentos via Pix para o setor

19/11/2020
Aprovação dos PLs da desoneração de IoT e de modernização da lei do Fust é marco para as telecomunicações

17/11/2020
Renúncia fiscal de R$ 1,8 bilhão no IoT pode gerar R$ 17 bilhões em arrecadação

14/10/2020
Iniciativa multissetorial lança campanha informativa #FiqueEsperto

29/09/2020
Conexis Brasil Digital é a nova marca do SindiTelebrasil

15/09/2020
MCTI: IoT não é um simples produto e exige lógica diferenciada na tributação

09/09/2020
Anatel: há espectro disponível para Internet das Coisas

28/08/2020
Telecomunicações é insumo básico à economia moderna

28/08/2020
Economia inclui isenção à IoT e VSATs no Orçamento 2021



Painel Telebrasil 2020 - Evento Digital - 08, 15, 22 e 29 de setembro 

Soluções para o 5G serão técnicas e Ministério das Comunicações fará diálogo com operadoras

Resultados de reunião entre empresas de telecomunicações associadas à Conexis e o ministro Fabio Faria foram considerados posit ...

LEIA MAIS



Leis da desoneração do IoT e que moderniza o Fust trazem avanços para as telecomunicações

Sanção do PL 172/2020, no entanto, deixou de fora mecanismo que daria maior efetividade aos investimentos em políticas públicas ...

LEIA MAIS



Mitsubishi Electric cria programa de capacitação gratuita nas novas tecnologias

Empresa global de automação centraliza os treinamentos em big data, machine learning e IoT. As aulas acontecem por meio de apre ...

LEIA MAIS



Organizações reclamam da falta de qualificação dos profissionais de Internet das Coisas

Lacuna de habilidades é um dos pontos críticos para o incremento dos negócios conectados, revela a pesquisa IoT Signals, produz ...

LEIA MAIS




Agência Telebrasil © 2018-2020 Telebrasil - Associação Brasileira de Telecomunicações
A Reprodução do conteúdo da Agência Telebrasil é autorizada mediante a indicação da fonte